Morte e vida da Antropofagia

O lançamento da edição de Vida e morte da Antropofagia, de Raul Bopp, em comemoração aos 80 anos do movimento, resgata uma discussão ainda não concluída sobre a influência das artes na constituição de uma cultura legitimamente nacional.

Esse livro de memórias, originalmente publicado em 1977, é uma evidência da lapidação do projeto cultural da Antropofagia. E o contato desse movimento com a crítica especializada levanta a toalha dos parâmetros de inclusão e exclusão no campo literário brasileiro.

Continuar lendo “Morte e vida da Antropofagia”

Anúncios